Tratamento de feridas: Quando usar um curativo hidrocoloide

 

 

 

 

 

 

 

 

Alguns pacientes que passam por cirurgias, podem ficar com feridas pós-operatórias, indicando que há problemas e dificuldades com a cicatrização. Em casos de úlceras na perna ou queimaduras também pode ocorrer.

Em casos como esses o uso do curativo hidrocoloide pode ser um auxílio extra para resolver o problema mais rapidamente.

Isso porque o curativo hidrocoloide é constituído por partículas de carboximetilcelulose de sódio, que proporcionam uma absorção maior da umidade, auxiliando na cicatrização de feridas com grau leve ou moderado.

Há ainda alguns curativos hidrocoloide que possuem em sua composição, uma película superior semipermeável. Curativos desse tipo permitem a evaporação de líquidos com alto teor de proteínas séricas e leucócitos, conhecidos também como exsudato.

Além disso, esses curativos também impedem que bactérias e água cheguem até a ferida, evitando assim uma infecção. Dessa forma, o curativo hidrocoloide possibilita um maior conforto para o paciente, além de acelerar o processo de cicatrização.

O uso do curativo hidrocoloide é recomendado em casos, como:

  • Úlceras de perna ou pressão
  • Queimaduras superficiais
  • Feridas pós-operatórias
  • Abrasões na pele

Características e vantagens do curativo hidrocoloide

O curativo hidrocoloide possui agentes gelificantes na sua placa. Os curativos são protegidos por uma camada de poliuretano, sendo assim, a prova d’água.

O curativo hidrocoloide pode ser encontrado nos mais diversos tamanhos, espessuras e formas. São ótimos para serem aplicados em áreas de difícil acesso, como cotovelos. Eles não precisam ser trocados com frequência, a troca podendo ocorrer até sete dias de uso.

Quando o curativo hidrocoloide é indicado?

  • Feridas que estejam limpas e que não possuem infecções
  • Feridas que tenham pouca ou nenhuma exsudação, isso porque a abertura da placa é pequena
  • Feridas leves ou moderadas, que tenham pouca espessura
  • Feridas epitelizadas ou que o processo de cicatrização já tenha sido terminado

Como usar o curativo hidrocoloide

O curativo hidrocoloide pode ser escolhido de acordo com a extensão de cada ferimento. O recomendado é que você escolha um modelo que o diâmetro ultrapasse a borda da ferida em, no mínimo, três centímetros.

Dessa forma o curativo não vai tocar a ferida e será evitado o risco de infecções. Depois que você optar pelo modelo que mais se adapta a ferida, escolhendo o tamanho correto, basta aplicá-lo no local.

Porém, antes que o curativo seja aplicado é necessário que a área onde ele será colocado seja lavado, conforme a orientação dada pelo médico.

O curativo deve ser trocado com, no máximo, sete dias de uso. O período vai depender da quantidade de impurezas que a ferida está eliminando. Além disso, o curativo hidrocoloide não é recomendado em alguns casos, como:

  • Não usar o curativo hidrocoloide em queimaduras de terceiro grau
  • Não usar o curativo hidrocoloide em férias com tecido desvitalizado ou com necrose
  • Não usar o curativo hidrocoloide em feridas criticamente colonizadas ou infectadas

Comentários